BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
Paraiso dos poemas e canções do CAIÇARA CLEMENTINO, poeta e músico de São Sebastião - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

SAMBA DA ALEGRIA
Data: 09/09/2011
Créditos:
Composição, letra, arranjos e execução do VIOLONISTA CLEMENTINO
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DEPÓSITO BANCÁRIO EM MINHA C.C. QUE INFORMAREI NA CONCLUSÃO DO CONTRATO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


SAMBA DA ALEGRIA
 
 


Este samba que estou
A cantar com emoção,
Eu compus para poder
Alegrar seu coração,
Vem cantar este refrão
Porque o samba é pra você
Ele traz muita alegria
E vontade de viver.
Pra não sofrer jamais,
Pelo amor que já se foi
E não pode
Mais ficar se lamentando
Por aí, a chorar,
Vem então cantar
E esquecer o desamor     [bis desde o início]
Pois cantando feliz
A gente pode até mandar
Toda dor pra lá, longe de nós.
E nos deixar.     [bis a partir de, pois cantando...].
Pelo amor que já se foi,
Não devemos lamentar,
Porque pode ser ruim,
Se um dia ele voltar
Se quiser saber por que,
É só me acompanhar,
Neste samba de alegria,
Que compus pra esquecer
Também um desamor
Que se foi e me deixou,
Mas voltou por que
Pedi e implorei sem nem saber
Por que fiz, descobri então.
Que não era o grande amor
 
Este samba balança
Quem canta e dança
E quer ser feliz.
Alegria é o que ele nos traz          [bis]
 
Só cantando este samba
Sentimos que toda
Tristeza se vai
Pois alegria é o que ele nos traz        [bis]
 
 
Nota do autor


 
Compus este samba com muita alegria. Fiz a letra e comecei a tocá-lo no violão durante todo o mês passado [junho/2010] antes de publicá-lo aqui no RL. No entanto sempre que terminava a execução sentia que ainda faltava alguma coisa pra fechar o meu raciocínio. Por isso agora inseri a musica e a letra complementando assim a minha idéia e proposta musical. O refrão é para ser repetido quatro vezes e finalizar.
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 11/07/2010

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários