BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
Paraiso dos poemas e canções do CAIÇARA CLEMENTINO, poeta e músico de São Sebastião - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

TEMA DE AMOR PARA CYNTHIA
Data: 28/09/2011
Créditos:
Ficha técnica:

Letra do texto, música, arranjos, base no violão e interpretação: Violonista CLEMENTINO.
Piano - Fabrício Santana
Baixo elétrico - Helder Jonnas
Batera - Eder Luiz
Direção e produção musical: ARMANDO LEITE
Estúdio de gravação: TECNOARTE.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.




 

TEMA DE AMOR PARA CYNTHIA



 

Cynthia, minha filha,  amor da minha vida;
Hás de ser sempre essa criança linda;
Criança especial amada por todos nós;
Tu fostes e és um presente que Deus nos ofertou;
A tua vida é a nossa vida;
Nós todos, papai, mamãe, irmãos,
Tios, primos e amigos te amamos;
Te queremos sempre ao nosso lado,
Com essa alegria contagiante,
E esse sorriso de um ser feliz;
Que não tem ódio e nem rancor no coração;
Que não nos ouve, mas canta uma canção;
Através dos gestos e das finas mãos,
Que sabe nos distribuir muito carinho;
Enfim, um encanto de mulher adulta,
Com um coração ainda de criança;
Que em todos os lugares onde estás
A paz, a alegria e o amor estão contigo.









 


Nota do autor:

 

Este texto é para ser declamado, vez que a linha melódica
já reflete a minha inspiração como pai coruja que sou.
Ouça a música na íntegra, aqui publicado em audio/voz ou
no meu site  "
www.clementinopoetaemusico.com  "

 








 

Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 21/11/2009

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito na minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários