BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
RECANTO DAS CANÇÕES E POEMAS DO CLEMENTINO. POETA E MÚSICO CAIÇARA DE SÃO SEBASTIÃO - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

CPOS - FAIXA 09 - DEIXA O QUE FICOU PRA TRÁS - MP3
Data: 10/04/2013
Créditos:
As 12 faixas desta obra são da autoria do CLEMENTINO, sendo NO TEMPO DAS FLORES e SOL DE ILHABELA em parceria com FRANCISCO ARAUJO, que inclusive é o intérprete das mesmas.
Músicos: FABRÍCIO SANTANA – piano; HELDER JONNAS – baixo elétrico; CLEMENTINO – arranjos e violão base e EDER LUIZ – batera. “ALTERCAÇÕES” é interpretada pelo clarinetista J. GÊ ALVES. Direção e produção musical: ARMANDO LEITE - Estúdio TECNOARTE. Prod. fonográfica: NEZU E SILVA CONSULTORIAS
E PROJETOS LTDA. EPP.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.




DEIXA O QUE FICOU PRA TRÁS

 
 
INTRO:       LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LA, LÁ, LA,
                     LÁ, LÁ, LÁ, L
Á, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ...
                    LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ,
LÁ, LÁ, LÁ,
                    LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ, LÁ...

 
JÁ QUE VOCÊ ME DIZ ADEUS, 
É PORQUE VAI ME 
EIXAR 
JÁ   CANSOU   DOS   BRAÇOS  MEUS,


SEI QUE NÃO POSSO LAMENTAR,
POR VOCÊ ME 
ABANDONAR, 
E   FAZER   O   QUE    ME    FAZ,


VAI, POR FAVOR NÃO VOLTE MAIS,  
DEIXA O QUE 
FICOU PRA TRÁS,
E NÃO PENSE NO QUE FEZ...


VAI, POR FAVOR, ME DEIXA EM PAZ,
QUERO QUE VOCÊ PERCEBA
QUE EU NÃO 
PRETENDO,
TE AMAR NUNCA MAIS, 

TE AMAR NUNCA MAIS,
TE AMAR NUNCA MAIS,
TE AMAR NUNCA MAIS...

 
 
 
 
 
 





Nota do Autor:
 
                            Esta música nasceu de um poema que eu escrevi em julho de1.959, na cidade de São Sebastião-SP quando tinha apenas catorze anos de idade. Foi a minha forma romântica de protestar contra a separação, resultado de um romance frustrado. 
                     Em 1.964 fui estudar música no conservatório em São José dos Campos e então aproveitando o tema, o musiquei.
                     O meus amigos gostavam muito da letra e dessa genuína BOSSA NOVA, por isso eu sempre que tinha oportunidade a tocava.
                     No entanto a pessoa mais querida que amasse esta música era o meu irmão caçula, o LEONILDO [José Leonildo da Silva]. Em qualquer lugar que estivéssemos e que alguém tocasse um violão ele logo me pedia para que eu tocasse e cantasse a música. 
                      Dia 24/maio/1985 ele teve um derrame cerebral e desencarnou. [isto é, morreu, na linguagem comum] com apenas 34

anos de idade.  
                      Daquele dia em diante por muitos anos deixei essa canção guardada, não mais a tocando. Já havia até esquecido como era. A lembrança da mesma me fazia recordar o meu irmão querido, o que sempre me fazia e faz chorar, como agora. 
                      Em 2.003 quebrei o silêncio e cheguei a executar a mesma com o MUSICAL PÉ NA BOSSA. 
                      Em homenagem a esse irmão querido, para que onde esteja possa sempre ouvir, resolvi que em vês de esconder, vou sempre tocar e divulgar DEIXA O QUE FICOU PRA TRÁS, para que o mundo inteiro também saiba desse amor e relação de amizade entre eu e o meu irmão.
                         
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 17/06/2011

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários