BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
RECANTO DAS CANÇÕES E POEMAS DO CLEMENTINO. POETA E MÚSICO CAIÇARA DE SÃO SEBASTIÃO - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

CPOS - FAIXA 03-CANÇÃO DE AMOR PARA O MEU AMOR-MP3
Data: 10/04/2013
Créditos:
As 12 faixas desta obra são da autoria do CLEMENTINO, sendo NO TEMPO DAS FLORES e SOL DE ILHABELA em parceria com FRANCISCO ARAUJO, que inclusive é o intérprete das mesmas.
Músicos: FABRÍCIO SANTANA – piano; HELDER JONNAS – baixo elétrico; CLEMENTINO – arranjos e violão base e EDER LUIZ – batera. “ALTERCAÇÕES” é interpretada pelo clarinetista J. GÊ ALVES. Direção e produção musical: ARMANDO LEITE - Estúdio TECNOARTE. Prod. fonográfica: NEZU E SILVA CONSULTORIAS
E PROJETOS LTDA. EPP.
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


CANÇÃO DE AMOR PARA O MEU AMOR
                         [A]
Vamos ouvir o que tem a nos dizer
Os corações que suplicam sem parar
Com tanto amor concentrado em nós dois
Vão eclodir, já não conseguem segurar.
               Ô ô ô ô ô [seis vezes]
                         [B]
Dois corações
Palpitando e querendo pular
Não podemos fazê-los parar
Sem as suas razões escutar
As vibrações
Emanadas que foram por nós
Espalhadas por todo lugar
Nos permite ao amor se entregar.
                         [C-A]
Vamos ficar e sentir nesta noite
O amor que já chegou
E ficou pra não voltar
Pois só assim nossos peitos se libertarão
Da dor maior e acalmarão os corações.
                         [D]
Sim, necessário se faz
O amor se viver e pedir
Aos céus muita paz,
Muita luz e visão
É importante saber
Que o amor entre dois corações
Que se amam demais
Não podemos ceifar.
 
 
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 20/06/2012

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c.c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários