BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO, poeta e músico de  São Sebastião - SP
Paraíso dos poemas e canções de um poeta e músico caiçara
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


PAI, FILHO E O PALHAÇO ABOBRINHA (Diálogo)
 
 
 
PAI: Zequinha, meu filho do que estás rindo?
FILHO: De uma grande palhaçada meu pai.
PAI: Que palhaçada é essa meu filho lindo?
FILHO: É dum tal Abobrinha que está cai não cai.
 
PAI: Mas o que é que faz essa Abobrinha?
FILHO: Não é a Abobrinha e sim, o Abobrinha.
PAI: Então esse tal Abobrinha é um palhaço?
FILHO: Sim. E faz a gente rir o tempo todo.
 
PAI: Mas você está conversando com quem?
FILHO: Estou conversando com o Abobrinha.
PAI: Como, se no seu quarto não tem ninguém?
FILHO: Estou no skyp e posso ver na telinha.
 
Zequinha: Abobrinha, o que você acha do casamento?
Abobrinha: Eu acho que é igual a um pirulito.
Zequinha: Não entendi. Isso não tem fundamento.
Abobrinha: Por que começa no doce e acaba no palito.
 
 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 26/09/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c.c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários