BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
Paraiso dos poemas e canções do CAIÇARA CLEMENTINO, poeta e músico de São Sebastião - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos






ESPERA CAUSTICANTE



 

De que adianta este céu límpido e tão azul onde até as nuvens brancas e calmas se deslocam lentamente e toda esta visão fascinante se nela tu não estas?
Do que adianta este céu anil que se confundem com os teus olhos se neles eu não me encontro, não obstante os nossos corações estarem verdes da cor de esperança e não vermelhos na cor do rancor?
De que adianta tanta beleza, tantas canções audíveis no ar, tanto céu, tanta luz, tantas nuvens a vagar fugaz e displicente se eu nada consigo enxergar além da minha agitada espera?
Do que adianta eu manifestar-me calmo quando a calmaria não reina o meu coração carente e ansioso? Só Pensa em ti e te espera desesperadamente.

Ah! Esse conflito doloroso que estou travando intimamente nesta espera causticante vez que a tua chegada ainda é uma incógnita e que por razões alheias à nossa vontade demoras tanto.





 
 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 31/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários