BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
Paraiso dos poemas e canções do CAIÇARA CLEMENTINO, poeta e músico de São Sebastião - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




 
LIMITES



 
Nós nunca tivemos limites.   Amamo-nos intensamente sem nos preocuparmos com os locais, horário, dia, semana, mês ou ano.
Os nossos constantes carinhos e carícias sempre extrapolaram todos os limites da nossa imaginação. Temos apenas o céu como testemunha.
Sem limites acabamos por vier durante anos e anos um mundo de fantasias quase sem nexo. Por falta de dosagem nos nossos atos manifestamente absurdos acabamos descobrindo um vazio em tudo.
Hoje rogamos um ao outra muita compreensão para nos separarmos, mas continuarmos amigos. Pelo menos isso, já que as nossas reais diferenças não têm limites.
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 10/08/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários