BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO POETA E MUSICO
Paraiso dos poemas e canções do CAIÇARA CLEMENTINO, poeta e músico de São Sebastião - SP/BR
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




 
AS VOLTAS QUE A VIDA DÁ




 
Em todas as partes da Terra o sol nasce e desponta no horizonte (ocidente) ao amanhecer. Daí segue o seu curso natural girando até o anoitecer quando então se esconde no horizonte do lado oposto (oriente).
A trajetória do homem na Terra é relativamente parecida, com a diferença de que o ciclo do sol  no mesmo movimento começa e termina em vinte e quatro horas,  enquanto que nós levamos ás vezes mais de um século para concluir. Isto quando não interrompemos a jornada pelo meio do caminho.
Além do mais, muitas vezes, desnecessariamente damos inúmeras voltas em torno de nós mesmos sem sair do lugar ainda que tivéssemos um destino certo. Talvez sejam  essas as famosas “Voltas que a vida dá” como popularmente dizemos.











 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 04/01/2019
Alterado em 04/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários