BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO, poeta e músico de  São Sebastião - SP
Paraíso dos poemas e canções de um poeta e músico caiçara
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos






QUANDO A SAUDADE NOS INVADE A ALMA




 
Quando a saudade nos invade a alma e não temos argumentos para contê-la o mais recomendável é não contrariá-la com desculpas tipo assim: “vai passar”. O correto é assumir logo que estamos carentes da presença da pessoa amada, do seu   amor e do seu carinho e que ela nos maltrata, ainda que sejamos fortes.





Nota:
A foto ilustrativa é da autoria do meu amigo caiçara de São Sebastião LUPE CARVALLHO (Lupe Carvalho Photos).
A arte (fotoshop) e textos são da autoria deste poeta.
Esta é a foto no original:
















 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 07/06/2019
Alterado em 07/06/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito na minha c.c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários