BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO, poeta e músico de  São Sebastião - SP
Paraíso dos poemas e canções de um poeta e músico caiçara
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




 
A  FIDELIDADE DOS  ANIMAIS




 
 
 
Entre os  animais  irracionais  são  poucos os que   são fiéis para com os seus parceiros. Procurando encontramos alguns, porém, monogâmicas  mesmo só existem as  araras.
Elas vivem  em  média vinte  e  cinco anos. Quando um (a) escolhe o(a) sua(seu) parceira (o), juntos e  sem  separar por nenhum   instante vivem toda   vida  até  morrer. Voam, comem e dormem juntinhos como um   casal  apaixonado.
Os  cachorros  são  fieis somente  em  relação à amizade  com  os homens.  Mas   em   termos   de   relacionamento físico e sexual são até  depravados. Copulam  com todas  as cadelas que estiverem no cio e puderem e as  cadelas com  todos  os   cachorros  que conseguir.
Já  o  bicho  homem,  ser   racional, por  instinto animal ou  por   falta de  princípios mesmo se relaciona sexualmente  com várias  mulheres,  ás vezes simultaneamente. Lamentável.
Uma   vez  que  nós os  poetas  escrevemos  para a  eternidade  deixo  uma  pergunta  no ar:
Será   que   daqui ha  uns   duzentos  anos nós os  seres  humanos  estaremos  mais   evoluídos,  limpos e puros  moral e espiritualmente,  capazes de ser fiel ao  parceiro do começo ao fim  da vida?






 
 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 11/12/2019
Alterado em 11/12/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito em minha c. c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários