BOM DIA, BOA TARDE, BOA NOITE E BOA SORTE. QUE DEUS NA SUA INFINITA BONDADE NOS ILUMINE HOJE E SEMPRE.
CLEMENTINO, poeta e músico de  São Sebastião - SP
Paraíso dos poemas e canções de um poeta e músico caiçara
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos




 

SONHOS  INTERROMPIDOS



 
 
Todos os meios de transportes existentes no mundo, falo apenas do nosso planeta e até este momento, posto que seja muito provável que em breve teremos outros mais modernos e afinados com a tecnologia face à velocidade com que se renovam a cada minuto, nos leva para milhões de destinos pela Terra, céu e mares com os nossos sonhos, nossos projetos, nossas alegrias, nossas tristezas e um coração esperançoso.
Acidentes acontecem. Uns por falhas mecânicas dos modernos e poderosos equipamentos e ás vezes até por falha humana e imprevidência; outros por conta de catástrofes e fenômenos naturais e uma grande parte desses acidentes se dão por conta das nossas provações enquanto espíritos em evolução e aprendizagem neste Planeta. Ressalto, outrossim, que este último tópico escrevi segundo as minhas convicções religiosas.
Conforme dissemos acidentes acontecem. Desta forma muitos sonhos e projetos são inevitavelmente interrompidos. Alguns em definitivo, outros temporariamente por serem recuperáveis. É assim o curso da vida de cada um dos mais se sete bilhões de seres humanos que aqui habitam.  Graças a Deus estou entre eles. Por isso caros amigos e leitores, viver cada momento como se fosse o único, amar a Deus sobre todas as coisas, amar o próximo como a si mesmo, ser caridoso e distribuir amor e carinho o quanto puder se faz necessário para o nosso próprio bem.
Detalhe: Não pensem que fazendo tudo isso já estamos purificados e aptos para ir para o céu com passaporte livre assinado. Certamente ainda teremos outras voltas para burilar melhor as nossas almas e cumprir tarefas que deixamos incompletas por onde passamos.



































 
CLEMENTINO POETA E MÚSICO
Enviado por CLEMENTINO POETA E MÚSICO em 13/01/2020
Alterado em 13/01/2020
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Depósito na minha c.c. oportunamente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários